quarta-feira, 6 de maio de 2009

E serás Bem-sucedido

Moises é levantado por Deus, para pôr fim ao cativeiro do povo de Israel no Egito.  O Faraó não deixava o povo partir com Moisés e por isso Deus lança as tão famosas “10 pragas”. Após muito sofrimento o faraó então deixa Moisés levar o povo escolhido, e assim eles partem rumo à terra prometida.

O amor e o cuidado de Deus por aquele povo eram incompreensíveis, de tal maneira que de dia Deus os guiava por meio de uma nuvem, e de noite por uma coluna de fogo. Passado algum tempo, o próprio Deus endureceu o coração do Faraó fazendo com que ele mandasse seu exercito atrás do povo de Israel, que quando viu que aquele exercito os perseguiam já reclamaram questionando a Moisés se Deus havia os trazido até ali para morrerem. A grande questão é que eles não compreendiam que não era simplesmente Moisés quem os guiava e sim ~yhi_l{a/,Deus, que iria tão brevemente demonstrar o seu poder a todos.

Aquela interrogação e o medo tomam conta do coração do povo, que se vê agora as margens de um rio não tendo mais para onde fugir daquele exercito numeroso. Por isso Deus faz soprar sobre a terra um forte vento, algo extraordinário que divide o mar, criando uma estrada o que faz com que o seu povo atravessa-se chegando à outra margem com os pés totalmente secos. Algo que não aconteceu com o exercito do Faraó que ao atravessar o mesmo caminho foi acometido pela mão de Deus que fez os ventos cessarem sendo todos tomados pelas águas.

No deserto o povo peregrina por 40 anos, sem que ao menos envelhecessem suas vestes e gastassem suas sandálias, pois o cuidado de Deus era totalmente visível em todas as áreas.

Durante esses anos o povo que andava no deserto, em meios a tantos episódios de infidelidade e ingratidão, reclama de sede e Deus diz a Moisés para falar a uma rocha porque dela sairia água. Moisés homem mui manso acaba perdendo sua paciência e ao invés de falar à rocha para que dela saísse água, ele bate na rocha, atitude que não agrada a Deus que lhe avisa que por causa disto ele não entraria na terra prometida ( Num 20).

Durante todo esse tempo o povo havia desprezado a aliança do Senhor e se afastando de sua lei. Agora a palavra de Deus diz que nenhum dos que saíram do Egito entraria em Canaã, exceto Josué e Calebe.

Deus manda Moisés fortalecer Josué porque ele seria o líder que entraria com o povo em Canaã (Deut 4:28). Moisés obedece a Deus e dirige estas palavras a Josué:

 Sê forte e corajoso; porque, com este povo, entrarás na terra que o Senhor, sob juramento, prometeu dar a teus pais; e tu os farás herdá-la, Deut 31:7”.

Eu fico imaginando a reação de um homem, que havia vivenciado tudo desde a saída do Egito até o presente momento, e acaba de escutar de seu líder que agora ele seria o líder de todo aquele povo. Imagino que a principio Josué não acreditou muito, mais a noticia rapidamente se tornou publica, e todo o povo era ciente de que o sucessor de Moisés seria Josué.

A morte de Moisés é chegada na terra de Moabe, agora é a vez de Josué assumir a ´ponta´ e guiar aquele povo para a terra prometida por Deus a Abraão, Isaque, e Jacó.

Gostaria analisar rapidamente apenas aos versículos 5-9 do primeiro capitulo de Josué que diz:

“Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serie contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segunda toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e será bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte e corajosa; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares”.

Deus conhecia o coração de Josué, sabia que aquele serviço não era para qualquer um, sabia que ele havia assistido todas as murmurações, idolatrias, e sabia que tudo aquilo era um grande peso em sua vida. Realmente a missão de guiar um povo tão duro não seria fácil, e com certeza essas palavras de Deus encorajaram o coração de Josué.

O que eu mais gosto neste texto é a importância que Deus mesmo dá em seguir e obedecer a sua palavra. Ele deixa claro que para obedecer a sua palavra, Josué teria que ser muito forte e muito corajoso. O que Josué teria que fazer era conhecer a palavra mais a fundo, e principalmente aplicar a palavra em sua vida.

A promessa do Senhor é clara, é como se fosse uma conta bem simples de matemática que até mesmo uma criança responderia: 1+1=2. Josué ande em minha palavra, e serás bem-sucedido..

Quando observamos o livro de Josué percebemos que logo de cara eles partiram para a terra, e também a conquistaram. Um versículo que me chama a atenção esta no ultimo capitulo do livro, o capitulo 24 versículo 31, “ Serviu, pois, Israel, ao Senhor todos os dias de Josué e todos os dias dos anciãos que ainda sobreviveram por muito tempo depois de Josué e que sabiam todas as obras feitas pelo Senhor a Israel”.  O interessante é que essas palavras se repetem em Juízes 2:7 e logo depois os versículos 10-11 narram a morte dos anciões e a chegada de uma nova geração que não conhecia o Senhor, que não viu as obras do Senhor, e que por isso faziam o que era mal perante o Senhor.

Pensando sobre esse texto tão antigo, o que você e eu podemos retirar de tanta história até aqui trabalhada?

Acredito que os desafios dos Cristãos não são os mesmos de Moisés ou de Josué, porem, acredito que os desafios estão renovados e chegam até nós de outras maneiras, no entanto, penso que devemos nos voltar para a Bíblia, e encontrar nela uma resposta, pois é nela que temos toda instrução do Senhor, é nela que encontramos também a esperança e o descanso.

Ainda não li na Bíblia ou até mesmo não conheci pessoas que andaram retamente segunda a lei de Deus e que foram desapontadas pelo próprio Deus.

O andar na lei do Senhor é algo de suma importância, sei que você conhece um pouco de Bíblia e sabe que o maior livro da Bíblia é o livro de Salmos. Queria te perguntar sobre o que trata o primeiro capitulo desde livro? A princípio talvez você não se lembre mais este capitulo mostra a diferença do caminho do justo e do ímpio.

O justo:

            “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem-sucedido”.

O ímpio:

            “Os ímpios não são assim; são porem, como a palha que o vento dispersa. Por isso, os perversos não prevalecerão no juízo, nem os pecadores, na congregação dos juntos. Pois o Senhor conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios perecerá”.

            As diferenças são bastante nítidas, e as promessas do SENHOR também. Agora por que será que é tão difícil fazer algo que é para o nosso próprio bem?

            Sei que tanto pra você quanto para mim, é muito difícil ter prazer na lei do Senhor. Quantas vezes não lemos a Bíblia só pra nos livramos do peso de não ter lido? Ou quantas vezes não lemos por que somos praticamente obrigados? Ou quantos de nós só nos lembramos da Bíblia no domingo quando entramos no carro, e chegamos à Igreja sem ela em nossas mãos, pois sabemos que na Igreja certamente tem alguma que alguém esqueceu, a usamos e deixamos novamente no banco, por que no próximo domingo sou eu quem a esqueço e alguém vai usá-la em um outro dia.

            Os maiores perdedores com tudo isto, somos nós. Deus tem tentado nos abençoar, tem tentado falar conosco, e o meio que Ele usa é a Bíblia. O problema é que o nosso dia é curto de mais para se lembrar de detalhes como este. Sentar e meditar na Lei do Senhor, quem liga pra isso?

            O dia só não é curto quando nos deparamos com problemas, ai sim usamos a Bíblia como se ela fosse um manual de alto-ajuda. Abrimos um salmo que já conhecemos do tipo, “O Senhor é meu pastor, e nada me faltará”, fechamos e voltamos ao nossos afazeres mais animados e certos de que Deus é quem dirigi nossas vidas.

            Ainda bem que Deus não nos olha como somos, e sim nos olha através  do sacrifício salvifíco de Cristo Jesus, e por isso estamos vivos. Mais será que a vida que levamos é a vida que Deus tem para nós?

            Obteremos essa e tantas outras respostas se vivermos uma vida seria diante de Deus. Uma vida de oração e leitura da sua palavra.

            Seria oportuno destacar a maneira que Jesus tratou a lei, e por ser um tema muito importante escreverei outro artigo, tentando analisar “a lei com os olhos de Jesus”, posso adiantar que acho que Ele a trata como algo relacionado ao amor, o que seria ainda mais difícil de praticar, mais vamos deixar para a próxima.

            Deus nos abençoe.

                                                                                                             Daniel M. Coelho

8 comentários:

  1. aoo danii
    ta mtoo bom da pra entender certinho pra qm nao entende mto de biblia
    hahahaha
    fico otimo
    abraçoss

    ResponderExcluir
  2. ae danii.. mandou bem! =)
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. É Man_
    Viver uma vida seria diante dos principios de Deus eh o que há!pode ter ctz ;D

    agradeço todos os dia por ser filho Dele e eh isso ae.. bora seguir o caminho dos justos que é vitória na certa!!!

    Abração brother!

    ResponderExcluir
  5. ÉH Dani!!
    cada dia que passa posso ver como Deus tem te dado autoridade e discernimento para fazer a obra dele, esse texto ficou simplesmente maravilhoso, muito claro fácil de se entender.Mto bom mesmo, gostei, é isso aí. Que Deus continue te usando, te guiando e fazendo de vc um homem fiel e especial aos olhos dele!!
    bjoo amigo!

    ResponderExcluir
  6. Dan...
    É muito gostoso ler a simplicidade das suas palavras.
    Como é bom trazer um texto tão lindo para os nossos dias, para a nossa vida hoje.
    Entender qual o verdadeiro propósito de Deus para as nossas vidas muitas vezes não é fácil. Requer muita oração, paciência e perseverança.
    Mas a recompensa é real!
    Que na sua vida nunca falte essas virtudes que vão de encontro com a vontade do Pai.
    Que Deus te abençõe sempre ;D

    "Se diante de mim não se abrir o mar, Deus vai me fazer andar por sobre as águas" Alguém duvida?

    Forte abraço Dan!
    Bianca Pires.
    =D

    ResponderExcluir
  7. Ahh meu querido,
    Vc ta mandando muito bem em seu blog. Com assuntos atuais e importantes.
    Mais em relação a esse daqui, creio eu porque achei mais importante, vou dar a minha opinião.
    Como já lhe falei nas nossas conversas pelo msn na madrugada, eu vejo a bíblia como um grande e volumoso código de éticas, é claro que bem camuflado entre as historias e metáforas, mais mesmo assim não perde seu foco de ética.
    É obvio que o individuo que segue uma vida ética, ou no caso uma vida nos caminhos de Deus, vai ser feliz e não se arrependera pois sua consciência é limpa e seus atos verdadeiros.
    Outro ponto que eu me questiono bastante é o fato de a Bíblia, que de acordo com diversas pesquisas, é o livro mais lido no mundo não despertar interesses na grande maioria dos jovens. Veja só... livros de ficção, ou ate de historias verídicas; sempre “explodem” entre adolescentes, mais um livro que meche com a humanidade desde seus primórdio não tem esse mesmo efeito. Será por que ele tem uma linguagem difícil? Ou porque seus personagens não são tão ativos e fazem coisas mirabolantes? Ou ate mesmo por que a educação das escolas e a própria mídia ensina algo completamente ao contrario?
    Em minha opinião a resposta é um tanto única. Jovens vêem a bíblia como um instrumentos de velhos, aqueles que passam horas e horas nas igrejas sem se cansarem. Que deixam de fazer inúmeras atividades por causa do mesmo e não aproveitam as maravilhas da vida.
    Isso se implica muito com os artigos acima, do “pastor contemporâneo” e “você é importante para o corpo”. Pois sem uma boa explicação da palavra para um publico jovem e sem uma programação que de assistência, os adolescentes partem para as coisas mundanas e caem em delitos.

    Aguardo mais artigos ;D
    Abraço Daniel

    ResponderExcluir
  8. É isso aí continua assim ;) fiko super legal!
    Parabéns!!!!!!! e q Deus t abençoe abraço!!!!

    ResponderExcluir